Entenda a Curva de Distribuição Granulométrica do Solo

manejo_soloeagua_1
Fonte: http://www.emater.tche.br

O solo apresenta diversos tamanhos de partículas, recebendo nomes distintos conforme a faixa granulométrica. Após a realização dos ensaio de Peneiramento e sedimentação, faz-se necessária a construção de um gráfico de forma a identificar as quantidades de cada partícula presente em uma amostra.

Esse gráfico é chamado de Curva de distribuição granulométrica, o qual pode ser utilizado para determinar os diversos parâmetros do solo. O gráfico é formado com os valores das porcentagens passantes (ou retidas) e os diâmetros correspondentes. A Figura 1 ilustra um exemplo de curva de distribuição.

Como realizar uma Análise Granulométrica do Solo

2206_solo_terra_2
Fonte: http://sfagro.uol.com.br/

O solo apresenta diversas denominações que variam conforme o tamanho predominante de suas partículas, podendo ser pedregulhos, areias, siltes e argilas ou um conjunto destes. Diversos são os métodos que classificam o solo, para o caso de mecânica dos solos e obras de terra o método mais utilizado é o sistema unificado de classificação. Já as obras rodoviárias geralmente utilizam o sistema HRB da AASHTO.

Como dimensionar uma contenção em Solo Grampeado

solo-grampeado-solotrat-12
Fonte: http://www.solotrat.com.br

Dando continuidade ao Solo Grampeado, trataremos agora sobre o seu dimensionamento. Segundo Zirlis e Pitta (1992) analisa-se o solo grampeado como um grande muro de gravidade limitado pela dimensão do chumbador. Dessa forma, o solo grampeado deve resistir ao tombamento e escorregamento resultante dos empuxos de solo. Existem diversos métodos para o dimensionamento do solo grampeado, os quais baseiam-se em modelos de equilíbrio limite e de tensão e deformação.

Como verificar a Estabilidade Externa de Obras Geotécnicas

SAMSUNG DIGITAL CAMERA
Fonte: Autor desconhecido

Quando se deseja dimensionar uma contenção de solo deve atentar-se para as seguintes condições de estabilidade como: deslizamento da base, tombamento, capacidade de carga da fundação, ruptura global e ruptura interna. O projeto primeiramente passa por um pré-dimensionamentos, no qual devido as experiências adquiridas em outros projetos executados é possível ter ordem de grandeza dos elementos que constituem a contenção. A verificação da ruptura externa consiste em verificar o tombamento e o deslizamento de uma estrutura.

Como calcular o Empuxo de Solo

muro-de-arrimo

O empuxo de solo é uma força lateral que depende de fatores como o parâmetro de resistência ao cisalhamento do solo retido, a inclinação da superfície do aterro, a altura e a inclinação do maciço. Os empuxos de solo podem ser ativos, passivos ou em repouso.

Entenda a Permeabilidade em Solos

barragem-solos
Fonte: Autor desconhecido

O solo é composto por três porções constituídas de uma parte sólida, outra liquida e uma porção de ar. A parte líquida, a água, compreende quase que a totalidade dos vazios presentes no solo. Dessa forma, os solos permitem o escoamento de água através de seus vazios sendo esse expresso numericamente através do coeficiente de permeabilidade. O estudo da permeabilidade dos solos é importante para diversas aplicações no ramo da engenharia como, por exemplo, em drenagem, rebaixamento de níveis de água e recalques. Em 1856 o engenheiro francês Henry Darcy contribuiu para os estudos de permeabilidade constatando experimentalmente que a velocidade de percolação é diretamente proporcional ao gradiente hidráulico. 

O que é um Reforço estrutural em Pavimentos asfálticos

28ma-recapeamento-siqueira-campos-26
http://www.maceio.al.gov.br/

Quando um pavimento não desempenha mais sua função estrutural ou funcional é necessária a aplicação de uma nova camada de rolamento. Essa camada de rolamento aplicada sobre a camada de pavimento existe, ou recapeamento, é chamado de reforço do pavimento.

Saiba quais são os parâmetros que Influenciam na Compactação de Solos

ABAAAghwwAJ-25
Fonte: Autor desconhecido

Como foi tratado anteriormente, compactação é a diminuição dos vazios de um solo de forma a torna-lo mais resistente. Entretanto, alguns parâmetros são fundamentais a serem analisados de forma a obter-se uma compactação adequada.

O aumento da energia de compactação gera o aumento do peso específico seco do solo, pois reduz o índice de vazios e consequentemente diminui também a umidade ótima, conforme verificado pelo Proctor Modificado.

Conheça o ensaio CBR e sua aplicação na Pavimentação!

O ensaio do índice de suporte califórnia, também chamado pelo original em inglês – California Bearing Ratio (CBR) –  é o principal método de avaliação da resistência do solo para o dimensionamento de pavimentos pelo método do DNER (1981). O Ensaio de índice de suporte Califórnia tem por função determinar a resistência a penetração no solo através de um pistão padronizado, de 20 centímetros quadrados de área, em relação a uma brita padrão e também a expansão da amostra através da diferença inicial e final de volume.

No final da década de 1920 quando o engenheiro Porter realizava extensas investigações sobre as causas de rupturas em pavimentos flexíveis em rodovias, às investigações apontavam que as causas mais comuns da ruptura eram os deslocamentos do solo do subleito e a consolidação diferencial das camadas. A Figura 1 ilustra os equipamentos utilizados no ensaio CBR.

IMG_20170130_153018715
Figura 1 – Equipamentos do Ensaio
%d blogueiros gostam disto: