Conheça a Estaca Prancha para Contenção de Solos

06-Execucao-da-contencao-em-estacas-prancha
Fonte: https://redav.com.br

A Estacas Prancha é um método de contenção que pode ser utilizado tanto para contenções provisórias como definitivas. O método consiste em uma cortina de perfis, normalmente metálicos, que ficam justapostos e são cravados no solo. As estacas pranchas, assim como as cortinas, são dimensionadas encontrando o comprimento da ficha que garante a estabilidade da estrutura.  Um determinado trecho da estaca fica cravado abaixo do nível de escavação de forma a manter a estrutura estável contra a ação do empuxo de solo. 

O método possui aplicação geralmente em obras de infraestrutura, como por exemplo, obras portuárias, passagens de nível em rodovias, contenção de valas de esgoto e rede de água e etc. A execução das estacas prancha é geralmente rápida e dependendo do tipo do solo envolvido podem-se alcançar produtividade de até 600 metros por dia. Entretanto, apresentam certas restrições e problemas envolvidos como, por exemplo, a dificuldade de cravação em solos mais resistentes, e o nível de ruído e vibrações causados pelo bate estaca. A Figura 1 ilustra a aplicação.

estacas_figura2-g
Figura 1 – Aplicação de Estaca Prancha com Perfil AZ. Fonte: http://wwwo.metalica.com.br

As estacas prancha são executadas através da cravação no solo com os bate estacas. Após a cravação, as estacas são travadas com ranhuras do tipo “macho-fêmea” formando paredes verticais. Quando o método é utilizado para contenções provisórias, como por exemplo o uso para auxílio na escavação de blocos de fundação, as pranchas devem possuir furos para facilitar o içamento com guindaste.

TIPOS DE PERFIS

Geralmente os perfis utilizados são metálicos, mas outros materiais também podem ser empregados dependendo do tipo de aplicação necessária.

Perfil AU: Esses perfis apresentam boa relação entre o módulo de elasticidade e o seu peso por metro quadrado. Os perfis AU apresentam larguras que podem chegar a 750 metros, apresentam boa instalação e economia de aço devido o menor número de conectores por metro linear.

Perfil AZ: Possui como diferença em relação ao perfil AU o lugar da ranhura de travamento. Dessa forma, a tensão máxima não passa pela ranhura e contribui para a resistência da estrutura em locais de alta pressão. A Figura 2 ilustra o perfil.

AZ
Figura 2 – Perfil AZ. Fonte: VARELA (2015)

Perfil HZ/AZ: Esse perfil consiste na combinação dos perfis I com os perfis AZ. Essa combinação faz com que o perfil possa atingir maiores profundidades de contenção. A Figura 3 ilustra o perfil.

HZ
Figura 3 – Perfil HZ. Fonte: VARELA (2015)

Esse artigo foi útil para você? Compartilhe esse artigo para que outras pessoas entendam a função de estacas prancha e o seu processo executivo. Se tiver dúvidas, deixe nos comentários que elas serão respondidas!

Siga nas redes sociais abaixo para acompanhar nosso trabalho!

60312da1fe41b1f2a8a84e4c959b4e0e

if_linkedin_circle_color_107178

aaa

Fontes:

VARELA, M. “APOSTILA DE CONTENÇÕES DE SOLO”. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande. Rio Grande, 2015.

MILITITSKY, J. “GRANDES ESCAVAÇÕES EM PERÍMETRO URBANO”. São Paulo: Oficina de Textos, 2016.

BRAJA, M. D; SOBHAN, K; “FUNDAMENTOS DE ENGENHARIA GEOTÉCNICA”. 8º Edição. California: Cengage Learning, 2010.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: