Como dimensionar Pavimentos flexíveis pelo Método da AASHTO (1993)

pav2

Em 1981 o DNER apresentou o método de dimensionamento de pavimentos flexíveis, o qual é baseado em resultados do United States Army Corps of Engineers (USACE) e em conceitos obtidos da pista experimental da AASHO. Esse método além de ser o apresentado aos graduandos em Engenharia, também é um dos mais utilizados pelos Engenheiros no Brasil enquanto o “novo método” de dimensionamento mecanístico-empírico é desenvolvido pelo DNIT.

Contudo, em 1993 a AASHTO apresentou o seu método de dimensionamento de pavimentos flexíveis, como uma atualização ao método anterior da AASHTO, o qual a base do método também é empírica e resultado da pista experimental da AASHO. Essse método apresenta como principais parâmetros de análise os seguintes itens:

Como dimensionar Cortinas para Contenção de Solos

O Dimensionamento da cortina consiste na determinação do comprimento do trecho enterrado da cortina, denominado de ficha, o qual é o comprimento necessário para garantir a estabilidade. O projeto de contenção deve avaliar as condições de carregamento drenado e não drenado para o cálculo de empuxos. Dessa forma a Tabela 1 resume as análises a serem realizadas com base nos tipos de solo e tipo de escavação.

dimensio
Tabela 1 – Resumo de Análises. Fonte: GERSCOVICH; DANZIGER; SARAMAGO (2016)

Como dimensionar o reforço estrutural em pavimentos asfálticos

reforco-pavimento-grelha
https://www.engenhariacivil.com

Diversos são os métodos de dimensionamento de um reforço estrutural, cada levando um ou mais critérios de dimensionamento. Os métodos mais utilizados nos Brasil são aqueles que tem origem estrangeira: americanos ou latino americanos.

Alguns destes métodos de reforço estrutural adotam um ou mais critérios. Entretanto antes da adoção de um modelo é importante a realização de uma retroanálise para determinar o módulo de resiliência das camada, aplicar em modelos de análise de deformações e tensões e então saber e mensurar o motivo dos defeitos apresentados no pavimento. Aqui serão apresentados dois modelos de dimensionamento, o CBR e o DNER-PRO B.

Como dimensionar pavimentos flexíveis pelo método do DNER (Atual DNIT)

pav-flexivel
O dimensionamento de um pavimento consiste na determinação das espessuras das camadas, e dos tipos de materiais que serão utilizados, como forma de construir uma estrutura capaz de suportar a um determinado volume de tráfego pré estabelecido pelo horizonte de projeto e nas condições climáticas.

Os pavimentos podem apresentar diversos modelos de ruptura, como foi apresentado anteriormente. A ruptura em que é verificada a incapacidade do pavimento de suportar as cargas aplicadas e apresenta deformações plásticas é caracterizada de ruptura plástica e estrutural.  Quando o pavimento não atende mais ao usuário, de forma a não propiciar o conforto e a segurança ao rolamento, caracteriza uma ruptura de natureza funcional. Dessa forma é necessário estabelecer um ou mais tipos de ruptura para o projeto.

%d blogueiros gostam disto: