Como é realizada a avaliação não destrutiva de Pavimentos

gallery_image_nm_gpr_rapid_pavement_radar
Fonte: http://www.radarportal.com.au

Quando são necessárias algumas inspeções nos pavimentos, devemos levar em conta as deflexões, as camadas e também as condições atuais do pavimento. As avaliações podem ser realizadas de duas formas. A forma destrutiva é aquela onde é executada uma trincheira que permita as avaliações, como por exemplo determinar espessuras das camadas e também os materiais que foram utilizados nesse pavimento.

Como realizar a avaliação estrutural destrutiva dos pavimentos

Os pavimentos são estruturas não perenes, ou seja, com o passar dos anos vão sofrendo deformações e tornando-se inapropriados para o novo tráfego de determinada via. Essa falta de capacidade em suportar o tráfego, e o surgimento de patologias exigem uma avaliação do estado do pavimento para ser adotada uma nova medida, seja ela uma reconstrução ou  um reforço estrutural.

A avaliação estrutural contempla a caracterização completa de elementos e variáveis estruturais dos pavimentos, de uma forma que possibilite a descrição do comportamento em relação as cargas do tráfego e definir sobre a capacidade do pavimento. Caracterizar a estrutura do pavimento implica em determinar os materiais e também as espessuras de cada elemento estrutural, incluindo solo de subleito e integridade das camadas, por meio de parâmetros estruturais e também medidas de deformações. A Figura 1 ilustra uma avaliação destrutiva do pavimento.

poc3a71
Figura 1 – Avaliação destrutiva do pavimento. Fonte: http://stratosondagens.blogspot.com.br
%d blogueiros gostam disto: