Como calcular a Carga Admissível em Estacas

execescavada1
Fonte: Autor desconhecido

Após estudar a capacidade de carga em estacas essa é a segunda etapa para a determinação do número de estacas necessárias em nosso estaqueamento. Pois bem, o conceito de carga admissível não se aplica a apenas uma estaca, mas sim ao conjunto de todas as estacas da mesma seção. A carga admissível pode simplesmente ser expressa como:

Pa = Rmédio / FS

Onde,

Rmédio é a capacidade de carga média
FS é o fator de segurança do estaqueamento que geralmente é adotado como sendo 2. Mas com as normas da NBR 6122 pode sofrer uma mudança conforme o número de sondagens realizadas.

Carga de Catálogo (Pe):

Como a carga admissível é aplicável apenas ao conjunto, é necessário a introdução de um termo chamado carga de catálogo, o Pe. Essa carga é um valor tabelado pelo fabricante da estaca, ou seja, a carga de catalogo é a resistência que uma estaca fornece ao sistema.

O livro texto utilizado para a formulação desses artigos utiliza algumas metodologias para a determinação da Carga admissível, aos quais podem ser confusas para alguns e então podemos resumi-las em algumas simples considerações.

  1. Atentar-se a capacidade de perfuração e ao tipo de estaca: Algumas estacas só podem ser usados em determinados tipos de solo, ou possuem determinadas capacidades de perfuração, então é necessário verificar se o Nspt local é compatível com o Nlim da estaca.
  2. Atentar-se com a carga de catálogo e a carga admissível. O “Pa” utilizado no projeto deve ser sempre o menor encontrado para gerar mais segurança.

O método de Decourt Quaresma estabelece também, além do método da norma, um outro método para a determinação da carga admissível a qual consiste em dividir a resistência do fuste por 1,3 e a resistência da ponta por 4.

Pa (Decourt-Quaresma) = (Rl / 1,3) + (Rp /4)

A norma NBR 6122 estabelece alguns critérios para a determinação da Carga Admissível também, recomenda-se a leitura da norma.

Número de Estacas:

Após a determinação da Carga Admissível podemos encontrar o número de estacas necessárias para suportar a carga de determinado pilar, através de:

N = CP / Pa

Onde,
CP é a carga do pilar
Pa é a carga admissível.

O valor de N encontrado deve ser arredondado sempre para cima, dessa forma estaremos a favor da segurança. Esse artigo foi útil para você? Compartilhe esse artigo para que outras pessoas entendam esse conceito da Geotecnia. Se tiver dúvidas, deixe nos comentários que elas serão respondidas!

Siga nas redes sociais abaixo para acompanhar nosso trabalho!

60312da1fe41b1f2a8a84e4c959b4e0e

if_linkedin_circle_color_107178

aaa

Fontes:

Aoki, Nelson; Cintra, José Carlos; Giacheti, Heraldo L; Tsuha, Cristina; “FUNDAÇÕES PROFUNDAS”. Oficina de Texto. São Paulo, 2013.

Amann, Kurt; “Notas de Aulas da disciplina de Fundações e Obras de Terra”. Centro Universitário da FEI. São Bernardo, 2016.

5 comentários

  1. “O valor de N encontrado deve ser arredondado sempre para baixo, dessa forma estaremos a favor da segurança em nossa obra e evitamos problemas”.

    Se eu arredondar o N para baixo eu não vou estar diminuindo o numero de estacas e estar indo contra a segurança?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: